Sejam todos muito bem vindos!

Sejam todos muito bem vindos!

Criadouro de Aves Domésticas Ornamentais

Olá!!!

Seja bem-vindo ao nosso BLOG. Aqui, você encontrará dados e informações a respeito das aves que criamos, além de outros assuntos inerentes ao mundo da Ornitologia, ciência que estuda as nossas amadas aves.



1 de mar de 2017

ARTIGO: Por que o papagaio é Verde? A formação das cores nas aves!

Olá amigo criador/leitor do nosso site/blog, como vai?

Como já deve saber, além de criador de aves há mais de vinte anos, sou biólogo e ornitólogo por atuação (ornitólogo é todo biólogo especialista em aves).

Durante as aulas da disciplina de Física que ministrava na graduação de Ciências Biológicas, passei um tema para que os alunos desenvolvessem em casa, intitulado: "Por que o Papagaio é verde?"

Durante uma confraternização de fim de ano, na casa do amigo criador Luiz Fernando (Canaril Parada), ao conversar com o Juiz OBJO e Diretor da FOB Jorge de Pina (Criadouro Jotagê) sobre o tema do referido trabalho, o mesmo me pediu que escrevesse um artigo para a Revista Brasil Ornitológico sobre o tema da formação das cores nas penas das aves.

Portanto, tomei a decisão de escrever uma série de artigos sobre as cores das penas e as mutações que as acometem, de modo simples, mas também científico, visando a dirimir possíveis dúvidas e apresentar novidades a todos os criadores de aves do Brasil.

Também, ao escutar constantemente que a Revista Brasil Ornitológico apresenta principalmente artigos voltados exclusivamente à canaricultura, tomei como mais um estímulo a escrita dos meus artigos, pois os mesmos tratarão de TODAS as espécies de aves, pois um dos objetivos é mostrar que de modo geral, as mutações que as acometem são as mesmas, independente da espécie em questão.

Também registro aqui que os artigos intitulados "Melhorando a qualidade dos periquitos ondulados australianos" do Juiz e criador Emerson Prates, foi uma incrível fonte de inspiração para que eu iniciasse minha escrita. Parabéns Sr Emerson pelos seus artigos e desejo muito voltar a lê-los nas próximas edições da revista.

Também registro aqui o apoio recebido por grandes criadores, verdadeiros monstros da ornitofilia nacional, que me ajudaram doando o uso das imagens de suas aves, como Álvaro Blasina, Cesar Del Rio e Jorge de Pina. E com o tempo, o saudoso Beraldi junto com o Carlito, me autorizaram a usar as imagens das aves registradas durante os campeonatos brasileiros de ornitologia, em Itatiba. Meu muito obrigado a vocês!!!!

Voltando aos artigos sobre as cores das aves, o primeiro consta da Edição 95, onde tratamos exclusivamente de como a cor é formada, envolvendo os processos químicos e físicos (CLIQUE AQUI PARA LER ESTE ARTIGO) e os elementos envolvidos.

O segundo artigo da série encontra-se publicado na Edição 99, onde tratamos da primeira mutação: Canela! Nele discorremos sobre a mesma e sobre algumas outras mutações que deixam o fenótipo das aves semelhante a um canela. O ponto alto do artigo fica para nossa compreensão de que não existe a mutação canela nos Manons do Japão (Lonchura domestica).

Já o terceiro artigo, mais longo, trabalhamos a mutação chamada dentro da ornitologia (ciência e não criação) de Leucismo! O leucismo é uma mutação que afeta o depósito das melaninas na tegumento dos animais, no caso das aves: penas e partes córneas. Nada mais são do que as aves arlequins ou variegadas e as famosas aves brancas. O mesmo está publicado na Edição 104.

Edição 104, com a 3ª parte do artigo "Por que o Papagaio é Verde?"

O próximo artigo a ser escrito e publicado tratará das mutações que afetam a deposição das melaninas não só nas penas e partes córneas, mas também no interior do corpo, deixando como consequência a cor dos olhos vermelhas, como a mutação INO e a Fulvo. Este artigo tratará de um assunto que gera polêmica mesmo entre os pesquisadores de aves pelo mundo.

Creio que estes artigos estejam sendo proveitosos, e já demonstram alguns "filhotes" como a ministração de palestras sobre o assunto. Cabe ressaltar que à convite do Centro de Criadores de Canários (3C), do Rio de Janeiro, ministrei duas palestras aos associados sobre o tema: "Por que o papagaio é verde? A formação das cores nas aves!" e "O uso da genética na criação de aves", focado na criação de canários. O evento foi um sucesso de público no clube, gerando debates sadios e questões interessantíssimas!!!!

Saliento também que ministrei uma palestra semelhante, com foque nos periquitos australianos, no 1º Ciclo de Palestras realizado pela Associação de Criadores de Pássaros Exóticos do Rio de Janeiro & Brasil (ACPERJ&BR) também no Rio de Janeiro, mais precisamente no auditório do Jardim Zoológico da cidade. Nem precisava escrever, mas foi um sucesso de público e participação dos criadores, das mais diversas regiões deste país!

O tema também já foi ministrado para graduandos em Ciências Biológicas, em palestras proferidas em várias universidades do Rio de Janeiro, como a Universidade Veiga de Almeida (UVA), Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO) e Estácio de Sá.

Portanto, caso você queira levar estes temas para serem apresentados no seu clube, basta entrar em contato por email (rgc_passaros@yahoo.com.br) para que possamos conversar e agendarmos uma visita.

Bem, espero que você goste dos artigos "Por que o papagaio é verde?" e fique bem à vontade de se expressar aqui nos comentários deste post sobre o assunto, concordando ou não com o que está escrito nos artigos! O debate é salutar e ninguém é o conhecedor supremo da verdade!

Um grande abraço!


Nenhum comentário:

Postar um comentário